Agripino de Alexandria, ou Agripino de Cartago, foi um patriarca de Alexandria. Seu patriarcado aconteceu entre 167 e 178. Após o seu período à frente da de Alexandria, foi eleito bispo de Cartago, exercendo o seu episcopado pelo menos até 220[1].

Por iniciativa de Agripino, convocou-se um concílio em Cartago, com cerca de setenta bispos[2] da África e da Numídia, para se discutir a legitimidade do batismo. "Juntos deliberaram que só era legítimo o batismo conferido no seio da Igreja católica", ou seja, debaixo da autoridade dos bispos[3].


Precedido por:
Celádio
Patriarca de Alexandria
167178
Sucedido por:
Juliano

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Saxer, V. "Agripino de Cartago", p. 62.
  2. Agostinho, Santo. "On Baptism", 3.13,14.
  3. Saxer, V. Op cit, p. 62.


Referências[editar | editar código-fonte]

  • AGOSTINHO, Sto. "On Baptism". In: The Writings Against the Manichaeans and Against the Donatists. Trad. e ed. Philip Schaff. Grand Rapids, MI: Christian Classics Ethereal Library, 2002.
  • SAXER, V. "Agripino de Cartago". Dicionário Patrístico e de Antigüidades Cristãs. Petrópolis: Vozes, 2002


Nuvola apps ksig.png Este artigo é somente um esboço. Você pode ajudar ao Cristianismo Wiki expandindo-o.



45px-Smallwikipedialogo.png Este artigo utiliza material oriundo da Wikipédia. O artigo original está em Agripino de Alexandria. A relação dos autores originais pode ser vista no histórico do artigo. Assim como acontece com a Cristianismo Wiki, o texto da Wikipédia encontra-se debaixo da Licença de Documentação Livre GNU.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.