Série sobre a
Bíblia

Gutenberg Bible.jpg

Cânon bíblico e livros

Capítulos e versículos
Tanakh (Torá · Nevi'im · Ketuvim)
Texto Massorético
Pentateuco samaritano
Antigo Testamento · Bíblia Hebraica
Novo Testamento · Nova Aliança
Deuterocanônicos
Apócrifos judaicos
Apócrifos do Antigo Testamento
Apócrifos do Novo Testamento
Antilegomena

Desenvolvimento

Cânone Judaico
Cânone do Antigo Testamento
Cânone do Novo Testamento

Autoria

Autores da Bíblia
Autoria Mosaica
Trabalhos de João · Epístolas Paulinas

Traduções bíblicas

Septuaginta
Targum · Peshitta
Vetus Latina · Vulgata
Bíblia gótica · Bíblia Luther
King James Version
Traduções em Português
Línguas indígenas

Estudos Bíblicos

Crítica bíblica
Datação da Bíblia
Pergaminhos do Mar Morto
Manuscritos bíblicos
Categoria dos textos do NT
Hipótese Documental
Problema Sinótico
A Bíblia e a história
Arqueologia bíblica

Interpretação

Hermenêutica
Pesher · Midrash · Pardes
Alegoria · Literalismo

Pontos de vista

Inerrância bíblica · Infalibilidade bíblica
Crítica da Bíblia
Leis bíblicas do Cristianismo
Visão islâmica da Bíblia
Narrativas bíblicas e do Alcorão
Gnosticismo no Novo Testamento
Judaísmo e Cristianismo
Profecias Biblicas


Esta caixa: ver  discutir  editar


Midrash (do hebraico מדרש) é uma forma narrativa criada por volta do século I a.C. na Palestina pelo povo judeu. Esta forma narrativa desenvolveu-se através da tradição oral (ver Talmud) até ter a sua primeira compilação apenas por volta do ano 500 d.C. no livro Midrash Rabbah.

Segundo a tradição oral judaica Deus teria revelado a Moisés não somente as leis de seu povo Torá mas também uma série conhecimentos complementares que deveriam ser passados de pai para filho, o que eles chamavam de Torá Oral. A figura utilizada para esta descrição é que Deus teria escrito a Torá em fogo negro sobre o fogo branco. Enquanto as letras são precisas e escritas no fogo negro, formando a Torá, o "papel" usado para esse escrito, o fogo branco, era a tradição oral. A palavra Midrash vem da junção de duas palavras hebraicas "Mi" que significa "quem" e "Darash" que significa "pergunta". O plural de midrash não é midrashes e sim midrashim segundo a língua hebraica.

Até os dias de hoje ainda existe produção de midrash em diversas sinagogas, entretanto eles não são considerados como tais pela maior parte dos religiosos hebreus. A Idade Média, por seu caráter de perseguição e anti-semitismo foi a época mais propícia ao aparecimento desta literatura, normalmente com um caráter messiânico, esperando a redenção através da vida de um grande "escolhido" - Messias - para que a perseguição acabasse.

O texto tem caráter pluriautoral e não linear, se assemelhando um pouco a uma conversa informal com diversos rabinos, mas na realidade os compiladores é que davam vida em seu texto a diversos personagens das épocas mais distintas.


45px-Smallwikipedialogo.png Este artigo utiliza material oriundo da Wikipédia. O artigo original está em Midrash. A relação dos autores originais pode ser vista no histórico do artigo. Assim como acontece com a Cristianismo Wiki, o texto da Wikipédia encontra-se debaixo da Licença de Documentação Livre GNU.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.