A expressão latina Odium theologicum (ódio teológico), é o nome originalmente dado à ira e ao ódio freqüentemente gerados por controvérsias envolvendo teologia. A expressão também tem sido utilizada para descrever disputas não-teológicas de natureza rancorosa.

O prestigioso filósofo e matemático Bertrand Russell argumentava que o antídoto para o odium theologicum é ciência, a qual se caracteriza por lidar unicamente com factos, a despeito de qualquer compromisso pessoal:

As controvérsias mais selvagens são aquelas que envolvem assuntos sobre os quais não há qualquer prova consistente. A perseguição é utilizada em teologia, não em aritmética, porque em aritmética, há conhecimento, enquanto que na teologia há apenas opinião.[1]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. "An Outline of Intellectual Rubbish" in Unpopular Essays, 1950


ver também[editar | editar código-fonte]

ligações externas[editar | editar código-fonte]

Em inglês[editar | editar código-fonte]

Em português[editar | editar código-fonte]

Andrej Rublëv 001.jpg   Este artigo é um esboço sobre Teologia. Você pode ajudar à Cristianismo Wiki expandindo-o.



45px-Smallwikipedialogo.png Este artigo utiliza material oriundo da Wikipédia. O artigo original está em Odium theologicum. A relação dos autores originais pode ser vista no histórico do artigo. Assim como acontece com a Cristianismo Wiki, o texto da Wikipédia encontra-se debaixo da Licença de Documentação Livre GNU.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.