Bento IV foi Papa entre 900 e 903. Natural de Roma, mas cuja data de nascimento é ignorada, foi escolhido em 1º de fevereiro (900) como sucessor de João IX (898-900). Apesar de bem intencionado, lutou infrutiferamente contra a corrupção e degradação dos costumes do seu tempo, pontificando em meio a uma corrupção generalizada, ódios, intrigas e injustiças. Filho de um homem chamado Mamalus, teve condições financeiras de receber um boa educação e se dedicar a carreira eclesiástica. Foi eleito papa diante de uma conjuntura totalmente desfavorável, soube conservar a integridade da Santa Sé e buscou o caminho da justiça. Durante seu pontificado teve que enfrentar situações que requeriam capacidades que ele não possuía. Os húngaros invadiram o norte da Itália e os os sarracenos, depois de cruzarem toda a Europa, invadiram o sul da península. Sem socorro militar o Papa e Roma ficaram praticamente indefesos. Em meio a corrupção generalizada, conservou a integridade da Santa Sé e consagrou Ludovico de Borgonha imperador de Roma. Papa de número 118, morreu em julho, em Roma e foi sucedido por Leão V (903). Foi mais um outro Bento romano e foi eleito para chefiar a Igreja pela sua generosidade e seu zelo pelo bem público, qualidades morais que foram mencionadas pelo historiador Frodoard, seu contemporâneo.

Nuvola apps ksig.png Este artigo é somente um esboço. Você pode ajudar ao Cristianismo Wiki expandindo-o.



Precedido por
João IX
Znak vatikan.png
Papa

118.º
Sucedido por
Leão V


45px-Smallwikipedialogo.png Este artigo utiliza material oriundo da Wikipédia. O artigo original está em Papa Bento IV. A relação dos autores originais pode ser vista no histórico do artigo. Assim como acontece com a Cristianismo Wiki, o texto da Wikipédia encontra-se debaixo da Licença de Documentação Livre GNU.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.