Marcos, o Evangelista.

São Marcos, o autor do segundo Evangelho de Marcos, foi discípulo de São Pedro e de São Paulo, que acompanhou nas suas viagens apostólicas.

É o criador do género literário Evangelho. Efectivamente, pensa-se que, quando São Marcos escreveu o seu Evangelho, do de São Mateus só haveria uma colecção de palavras de Jesus, sem enquadramento narrativo e sem milagres.

Cronologicamente, foi o primeiro a escrever sobre a vida de Jesus, por volta do ano 56; Sendo assim, os outros dois sinópticos acabaram por adaptar o esquema de exposição de São Marcos. De fato, em Qumrã se encontrou um fragmento de seu Evangelho datado do ano 56 d.C. dentro de um vaso no qual estava escrito Roma. Irineu de Lyon, baseado em Pápias, afirma que Marcos escreveu seu Evangelho com base nas pregações de São Pedro em Roma.

Marcos era judeu e tinha tomado um nome romano, achando-se identificado com ‘João, cognominado Marcos’ (At 12.12,25) - era sobrinho (primo?) de Barnabé (Cl 4.10), e filho de Maria, que residia em Jerusalém (At 12.12). Marcos foi, provavelmente, convertido à fé cristã pelo ministério de Pedro (1 Pe 5.13), que costumava freqüentar a casa de sua mãe (At 12.12). Ele acompanhou, desde Jerusalém até Antioquia, a Paulo e Barnabé (At 12.25), e dai partiu com eles para uma viagem missionária - mas deixou-os antes de a completarem (At 13.5,13). Seis anos depois deste acontecimento não quis Paulo levá-lo consigo em outra viagem - e então Marcos acompanhou Barnabé a Chipre (At 15.38,39). Todavia, quando Paulo estava preso em Roma, era já Marcos considerado um seu auxiliador, e é mencionado de uma maneira que bem mostra que ele tinha reconquistado a estima do Apóstolo (Cl 4.10 - 2 Tm 4.11 - Fm 24). Primitivos escritores cristãos afirmam que ele trabalhou com Pedro durante um tempo considerável do seu ministério, gozando da sua íntima amizade, e auxiliando-o como seu intérprete ou secretário - e diz-se que mais tarde missionou no Egito, sofrendo neste país o martírio. Algumas importantes suposições acham-se associadas com este evangelista. Já alguns críticos têm sugerido que a casa, de que se fala em At 12.12, era aquela mesma casa onde (na vida do pai de Marcos) se celebrou a última Ceia (Mc 14.14) - que o Jardim de Getsêmani lhe pertencia - e que o próprio Marcos era o homem do cântaro a que se refere Mc 14.13, sendo também o jovem daquele caso que unicamente é relatado no seu Evangelho (Mc 14.51,52). *veja Jo 2.

Segundo a tradição, São Marcos é o primeiro Papa (ou Patriarca) da Igreja Copta Egipícia, com sede em Alexandria, para onde se dirigiu após o martírio de [São Pedro] e [São Paulo], sendo este o local em que teria difundido o evangelho, tendo sido martirizado nesta cidade ao ter seu corpo arrastado por uma parelha de cavalos por volta dos anos 70-80 d.C. Assim como São Pedro foi o primeiro Papa da Igreja Católica Romana e Santo André o primeiro Patriarca da Igreja Ortodoxa, São Marcos é considerado o primeiro Patriarca da Igreja Copta. Interpretações tradicionais de seu Evangelho o vêem no jovem que fugiu nu quando da prisão de Jesus no Horto das Oliveiras.

São Marcos fez um lindo trabalho missionário, que não deu fim diante da prisão e morte dos amigos São Pedro e São Paulo, por isso evangelizou no Poder do Espírito Alexandria, Egito e Chipre, lugar onde fundou Comunidades. Conhecido principalmente por ter sido agraciado com o carisma da inspiração e vivência comunitária que deram origem ao Evangelho carismático de Jesus Cristo segundo Marcos.

Segundo as fontes arqueológicas, o Evangelho segundo Marcos, foi escrito em Roma - para converter o povo a Yeshua Ha Maschiach - (no hebraico, Jesus Cristo) segundo às tradições em que vivia judaicas, já que os judeus não o aceitavam como Messias - a escrita completada levou de 60 D.C. a 65 D.C. e o tempo abrangido da escritura de 29 D.C. a 33 D.C.


Nuvola apps ksig.png Este artigo é somente um esboço. Você pode ajudar ao Cristianismo Wiki expandindo-o.



45px-Smallwikipedialogo.png Este artigo utiliza material oriundo da Wikipédia. O artigo original está em São Marcos. A relação dos autores originais pode ser vista no histórico do artigo. Assim como acontece com a Cristianismo Wiki, o texto da Wikipédia encontra-se debaixo da Licença de Documentação Livre GNU.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.